Animus

Publicado em 29 de janeiro de 2021

Depois de passar por cozinhas da Europa e ganhar prestígio ao chegar à final do Bocuse d’Or, principal concurso internacional para jovens chefs, quando tinha 23 anos, Giovanna Grossi fincou de vez suas raízes em São Paulo. No início de 2020, a paulista de sotaque alagoano abriu seu próprio restaurante em Pinheiros. Guiada pela oferta de ingredientes da estação, ela inclui novas criações no cardápio a cada mês e propõe combinar diversas porções para montar a refeição. São pratos coloridos, com tamanhos para compartilhar e provar de tudo um pouco. No menu, não há divisão entre entradas e principais, mas entre porções doces e salgadas. Os protagonistas são os vegetais frescos, com destaque para a vagem, que aparece assada e regada com molho de mostarda, coulis de azeitona preta e castanha-de-caju caramelizada. Para finalizar, leva queijo de ovelha ralado por cima. A opção é o Achado do restaurante e custa R$ 18. Vale saborear ainda o polvo na brasa, acompanhado de purê de batata doce e laranja (R$ 35). No arremate, uma boa pedida é a panacota de caramelo, com compota de pitanga e crocante de especiarias, que sai a R$ 22.

Depois de passar por cozinhas da Europa e ganhar prestígio ao chegar à final do Bocuse d’Or, principal concurso internacional para jovens chefs, quando tinha 23 anos, Giovanna Grossi fincou de vez suas raízes em São Paulo. No início de 2020, a paulista de sotaque alagoano abriu seu próprio restaurante em Pinheiros. Guiada pela oferta de ingredientes da estação, ela inclui novas criações no cardápio a cada mês e propõe combinar diversas porções para montar a refeição. São pratos coloridos, com tamanhos para compartilhar e provar de tudo um pouco. No menu, não há divisão entre entradas e principais, mas entre porções doces e salgadas. Os protagonistas são os vegetais frescos, com destaque para a vagem, que aparece assada e regada com molho de mostarda, coulis de azeitona preta e castanha-de-caju caramelizada. Para finalizar, leva queijo de ovelha ralado por cima. A opção é o Achado do restaurante e custa R$ 18. Vale saborear ainda o polvo na brasa, acompanhado de purê de batata doce e laranja (R$ 35). No arremate, uma boa pedida é a panacota de caramelo, com compota de pitanga e crocante de especiarias, que sai a R$ 22.

Atenção! Por conta da pandemia do novo coronavírus, a casa pode ter seu funcionamento alterado para corresponder às determinações do Plano São Paulo, estabelecido pelo Governo do Estado de São Paulo. Para checar se o estabelecimento está aberto e seu horário de funcionamento mais recente, entre em contato pelo número abaixo.

Informações adicionais

Endereço

R. Vupabussu, 347, Pinheiros

Horário de funcionamento

Seg. à Qui.: 12h às 15h; Sex. e Sáb.: 12h às 19h; Domingo: 12h às 17h.
Delivery via iFood, Goomer, Rappi e WhatsApp (11) 98181-5270: Seg. à Qua.: 12h às 15h; Qui. à Sáb.: 12h às 21h30; Domingo: 12h às 17h.
Oferece retirada no local.

Telefone

(11) 2371-7981

* As informações foram checadas em 26/04/2021. Sugerimos contatar o local para confirmar as informações.