Avoca Toast

Publicado em 18 de agosto de 2021

SP ganha primeira lanchonete especializada em avocado toast, no Beco do Batman

Se existe alguma coisa que une dois lugares tão diferentes como a Califórnia e São Paulo, isso certamente é o avocado toast. Mas, ao contrário da costa oeste americana, que tem lanchonetes especializadas no quitute aos montes, a capital paulista ganhou o primeiro empreendimento temático da receita apenas em janeiro deste ano.

No Avoca Toast, a torrada é o Achado e se divide em sete variações —além do pão e de uma generosa camada de avocado, em pedaços ou em pasta, ainda há opções que levam bacon, homus de beterraba, salmão gravlax ou sementes de abóbora e girassol.

Entre os mais pedidos está o Shroomelo, que custa R$ 25 e é elaborado com uma fatia de pão de fermentação, pasta de avocado temperada com sal, pimenta-do-reino, limão-siciliano e azeite, cogumelos paris salteados, queijo de cabra boursin e cebolinha. O lanche tem cerca de 200 g e o nome é uma brincadeira que usa o sufixo das palavras mushroom (cogumelo em inglês) e cogumelo.

Os pães são artesanais, após uma fermentação de 72 horas, mas assados em uma forma. “A estratégia é para que as porções fiquem sempre do mesmo tamanho, padronizando o serviço”, explica Brendon Peters, um dos sócios do estabelecimento. Antes da montagem, as fatias são chapeadas com manteiga para criar uma casca crocante, mantendo o miolo macio.

O avocado é do tipo Hass, uma variedade com baixo teor de água e alta concentração de gorduras boas à saúde. Além de mais saborosa, a fruta tem uma textura parecida com a de um queijo cremoso – perfeito para rechear um sanduíche, pois não encharca o pão como os abacates mais comuns no Brasil. “Apesar do apelo à alimentação saudável, a proposta era de descomplicar o consumo”, diz Peters.

O ponto do restaurante não poderia ser mais estratégico: o Beco do Batman, na Vila Madalena, em um espaço descontraído com autosserviço, poucos assentos e decorado com grafites do artista Max Demiam. Assim como os pratos, o lugar é super instagramável.

SP ganha primeira lanchonete especializada em avocado toast, no Beco do Batman

Se existe alguma coisa que une dois lugares tão diferentes como a Califórnia e São Paulo, isso certamente é o avocado toast. Mas, ao contrário da costa oeste americana, que tem lanchonetes especializadas no quitute aos montes, a capital paulista ganhou o primeiro empreendimento temático da receita apenas em janeiro deste ano.

No Avoca Toast, a torrada é o Achado e se divide em sete variações —além do pão e de uma generosa camada de avocado, em pedaços ou em pasta, ainda há opções que levam bacon, homus de beterraba, salmão gravlax ou sementes de abóbora e girassol.

Entre os mais pedidos está o Shroomelo, que custa R$ 25 e é elaborado com uma fatia de pão de fermentação, pasta de avocado temperada com sal, pimenta-do-reino, limão-siciliano e azeite, cogumelos paris salteados, queijo de cabra boursin e cebolinha. O lanche tem cerca de 200 g e o nome é uma brincadeira que usa o sufixo das palavras mushroom (cogumelo em inglês) e cogumelo.

Os pães são artesanais, após uma fermentação de 72 horas, mas assados em uma forma. “A estratégia é para que as porções fiquem sempre do mesmo tamanho, padronizando o serviço”, explica Brendon Peters, um dos sócios do estabelecimento. Antes da montagem, as fatias são chapeadas com manteiga para criar uma casca crocante, mantendo o miolo macio.

O avocado é do tipo Hass, uma variedade com baixo teor de água e alta concentração de gorduras boas à saúde. Além de mais saborosa, a fruta tem uma textura parecida com a de um queijo cremoso – perfeito para rechear um sanduíche, pois não encharca o pão como os abacates mais comuns no Brasil. “Apesar do apelo à alimentação saudável, a proposta era de descomplicar o consumo”, diz Peters.

O ponto do restaurante não poderia ser mais estratégico: o Beco do Batman, na Vila Madalena, em um espaço descontraído com autosserviço, poucos assentos e decorado com grafites do artista Max Demiam. Assim como os pratos, o lugar é super instagramável.

Atenção! Por conta da pandemia do novo coronavírus, a casa pode ter seu funcionamento alterado para corresponder às determinações do Plano São Paulo, estabelecido pelo Governo do Estado de São Paulo. Para checar se o estabelecimento está aberto e seu horário de funcionamento mais recente, entre em contato pelo número abaixo.

Informações adicionais

Endereço

R. Medeiros de Albuquerque, 141 - Vila Madalena

Horário de funcionamento

terça a domingo das 9h às 17h

Telefone

11) 3443-0446

* As informações foram checadas em 16/08/2021. Sugerimos contatar o local para confirmar as informações.