Casa do Torresmo

Publicado em 23 de setembro de 2021

 

Casa do Torresmo: saboreie diferentes tipos dessa iguaria com direito a cachacinha artesanal

Torresmo de rolo e de barriga, torrespoca, bolinho de linguiça e outras delícias feitas com carne de porco são o Achado Elo desse paraíso suíno!

Torresmo é vida! Dá até para se emocionar quando essa iguaria vem chegando à sua mesa ainda pururucando e super crocante. Se você já ficou com água na boca só de ler a descrição, precisa conhecer a Casa do Torresmo Rotisseria, um bar e restaurante bem especial para quem adora essa delícia suína.

São vários tipos desse quitute para você harmonizar com aquela cervejinha bem gelada ou uma cachaça artesanal de respeito. Tem torrespoca (pururuca em formato de pipoca), torresmo barriguinha (feito com muita carne) e o torresmo de rolo (que mistura uma boa parte de carne com a pururuca e é cozido na brasa), o espetáculo da casa.

Localizada na Vila Andrade, a Casa do Torresmo é uma unidade da rotisseria criada há quase 20 anos em Serra, no litoral do Espírito Santo, pelo casal João B. e Denair Wandekoken.

Na época, seu João, que adorava pururuca desde a infância, começou a procurar uma fórmula perfeita para preparar o torresmo de forma 100% artesanal, o que envolve a escolha certa dos ingredientes, um corte preciso e o ponto de cozimento ideal.

Depois de chegar a essa receita preciosa, o casal começou a vender o quitute para quiosques que ficavam na orla das praias do município. A rotisseria da família foi inaugurada alguns anos depois, em 2003, e até hoje é uma parada quase obrigatória em Serra.

Atualmente, o negócio da família é tocado pelos filhos e netos de seu João e dona Denair. A franquia foi trazida a SP em julho de 2020, pelas sócias Joyce Adriele Sanches e Thiara F. Wandekoken.

“É curioso que muita gente acha que a Casa do Torresmo tem origem mineira, mas somos capixabas da gema. Abrir a rotisseria em São Paulo tem sido uma ótima experiência, pois os clientes paulistas são incríveis e compartilham o nosso amor pelo torresmo, sem distinção de idade”, revela a empresária Thiara Wandekoken.

Uma tonelada de porco!
Bote fé na paixão pelo torresmo! A sócia conta que a casa costuma preparar em média 1.300kg de carne de porco por semana –ou seja, cerca de 5,2 toneladas por mês!

O grande sucesso da casa é a Tábua Itaúnas, que é composta por um rolo de torresmo, duas barriguinhas, 200g de torrespoca e dois bolinhos de linguiça (com ou sem jiló –a gosto do freguês).
O famoso rolo também é servido de outras formas. Tem a versão com goiabada finalizada com o maçarico; ou ainda no prato “Serra”, em que essa iguaria é acompanhada por arroz, feijão tropeiro e vinagrete.

O cardápio da rotisseria ainda traz outras gostosuras suínas como uma versão suína do filé à parmegiana, a feijoada, o bolinho de banana recheado de barriguinha com queijo e a costelinha suína desossada com baião de dois.

 

Casa do Torresmo: saboreie diferentes tipos dessa iguaria com direito a cachacinha artesanal

Torresmo de rolo e de barriga, torrespoca, bolinho de linguiça e outras delícias feitas com carne de porco são o Achado Elo desse paraíso suíno!

Torresmo é vida! Dá até para se emocionar quando essa iguaria vem chegando à sua mesa ainda pururucando e super crocante. Se você já ficou com água na boca só de ler a descrição, precisa conhecer a Casa do Torresmo Rotisseria, um bar e restaurante bem especial para quem adora essa delícia suína.

São vários tipos desse quitute para você harmonizar com aquela cervejinha bem gelada ou uma cachaça artesanal de respeito. Tem torrespoca (pururuca em formato de pipoca), torresmo barriguinha (feito com muita carne) e o torresmo de rolo (que mistura uma boa parte de carne com a pururuca e é cozido na brasa), o espetáculo da casa.

Localizada na Vila Andrade, a Casa do Torresmo é uma unidade da rotisseria criada há quase 20 anos em Serra, no litoral do Espírito Santo, pelo casal João B. e Denair Wandekoken.

Na época, seu João, que adorava pururuca desde a infância, começou a procurar uma fórmula perfeita para preparar o torresmo de forma 100% artesanal, o que envolve a escolha certa dos ingredientes, um corte preciso e o ponto de cozimento ideal.

Depois de chegar a essa receita preciosa, o casal começou a vender o quitute para quiosques que ficavam na orla das praias do município. A rotisseria da família foi inaugurada alguns anos depois, em 2003, e até hoje é uma parada quase obrigatória em Serra.

Atualmente, o negócio da família é tocado pelos filhos e netos de seu João e dona Denair. A franquia foi trazida a SP em julho de 2020, pelas sócias Joyce Adriele Sanches e Thiara F. Wandekoken.

“É curioso que muita gente acha que a Casa do Torresmo tem origem mineira, mas somos capixabas da gema. Abrir a rotisseria em São Paulo tem sido uma ótima experiência, pois os clientes paulistas são incríveis e compartilham o nosso amor pelo torresmo, sem distinção de idade”, revela a empresária Thiara Wandekoken.

Uma tonelada de porco!
Bote fé na paixão pelo torresmo! A sócia conta que a casa costuma preparar em média 1.300kg de carne de porco por semana –ou seja, cerca de 5,2 toneladas por mês!

O grande sucesso da casa é a Tábua Itaúnas, que é composta por um rolo de torresmo, duas barriguinhas, 200g de torrespoca e dois bolinhos de linguiça (com ou sem jiló –a gosto do freguês).
O famoso rolo também é servido de outras formas. Tem a versão com goiabada finalizada com o maçarico; ou ainda no prato “Serra”, em que essa iguaria é acompanhada por arroz, feijão tropeiro e vinagrete.

O cardápio da rotisseria ainda traz outras gostosuras suínas como uma versão suína do filé à parmegiana, a feijoada, o bolinho de banana recheado de barriguinha com queijo e a costelinha suína desossada com baião de dois.

Atenção! Por conta da pandemia do novo coronavírus, a casa pode ter seu funcionamento alterado para corresponder às determinações do Plano São Paulo, estabelecido pelo Governo do Estado de São Paulo. Para checar se o estabelecimento está aberto e seu horário de funcionamento mais recente, entre em contato pelo número abaixo.

Informações adicionais

Endereço

Rua Jamanari, 330 - Vila Andrade

Horário de funcionamento

Terça à sábado, das 11h às 22h.
Domingos e feriados, das 11h às 17h.

Telefone

(11) 2613-6620

* As informações foram checadas em 22/09/2021. Sugerimos contatar o local para confirmar as informações.