Mangaba

Publicado em 1 de setembro de 2021

Conheça o restaurante em SP que serve ceviche de jacaré, moqueca de arraia e caldo de piranha

Piranha, arraia e até jacaré – este último, apresentado como pastelzinho, moqueca, linguiça e ceviche. Com carnes exóticas, o restaurante Mangaba, em São Paulo, atrai curiosos e quem quer provar uma legítima comida pantaneira.

O Ceviche de Jacaré, que custa R$32, é o Achado da casa. Boa opção individual para uma entrada leve, o prato contém 100 gramas da carne do réptil, cortada em pequenos cubos de 0,5 centímetro temperados.

Diferentemente da receita peruana, que leva leche de tigre — um caldo batido no liquidificador e coado, a base de suco de limão, caldo e aparas de peixe, cebola branca, salsão, alho e gelo —, a versão do Mangaba é temperada apenas com limão, sal, pimenta-branca, dedo-de-moça, pimenta-de-cheiro, cebola roxa e cheiro-verde. A influência é andina, mas o preparo carrega a brasilidade da culinária do Pantanal.

“A gente mistura todos os ingredientes, emprata e serve imediatamente”, explica o chef Antonio Albaneze, que nasceu na cidade de Corumbá (MS), a porta de entrada do Pantanal, e carrega uma bagagem demais de duas décadas no manejo das panelas.

Albaneze desembarcou em São Paulo em 2017 e colocou em prática as memórias gastronômicas da terra natal, como a carne de jacaré. Algumas das receitas que ele serve no restaurante saíram diretamente do caderninho escrito à mão pela avó.

Não à toa, ali é possível encontrar opções como o caldo cremoso de piranha (R$30), que é cozido com mandioca e temperos, e a moqueca de arraia (R$80), bem encorpada por causa do colágeno natural do peixe. Os vegetarianos também têm vez: o menu destaca a moqueca de banana-da-terra (R$58), que combina a fruta com palmito, caju e amendoim.

Conheça o restaurante em SP que serve ceviche de jacaré, moqueca de arraia e caldo de piranha

Piranha, arraia e até jacaré – este último, apresentado como pastelzinho, moqueca, linguiça e ceviche. Com carnes exóticas, o restaurante Mangaba, em São Paulo, atrai curiosos e quem quer provar uma legítima comida pantaneira.

O Ceviche de Jacaré, que custa R$32, é o Achado da casa. Boa opção individual para uma entrada leve, o prato contém 100 gramas da carne do réptil, cortada em pequenos cubos de 0,5 centímetro temperados.

Diferentemente da receita peruana, que leva leche de tigre — um caldo batido no liquidificador e coado, a base de suco de limão, caldo e aparas de peixe, cebola branca, salsão, alho e gelo —, a versão do Mangaba é temperada apenas com limão, sal, pimenta-branca, dedo-de-moça, pimenta-de-cheiro, cebola roxa e cheiro-verde. A influência é andina, mas o preparo carrega a brasilidade da culinária do Pantanal.

“A gente mistura todos os ingredientes, emprata e serve imediatamente”, explica o chef Antonio Albaneze, que nasceu na cidade de Corumbá (MS), a porta de entrada do Pantanal, e carrega uma bagagem demais de duas décadas no manejo das panelas.

Albaneze desembarcou em São Paulo em 2017 e colocou em prática as memórias gastronômicas da terra natal, como a carne de jacaré. Algumas das receitas que ele serve no restaurante saíram diretamente do caderninho escrito à mão pela avó.

Não à toa, ali é possível encontrar opções como o caldo cremoso de piranha (R$30), que é cozido com mandioca e temperos, e a moqueca de arraia (R$80), bem encorpada por causa do colágeno natural do peixe. Os vegetarianos também têm vez: o menu destaca a moqueca de banana-da-terra (R$58), que combina a fruta com palmito, caju e amendoim.

Atenção! Por conta da pandemia do novo coronavírus, a casa pode ter seu funcionamento alterado para corresponder às determinações do Plano São Paulo, estabelecido pelo Governo do Estado de São Paulo. Para checar se o estabelecimento está aberto e seu horário de funcionamento mais recente, entre em contato pelo número abaixo.

Informações adicionais

Endereço

Rua Canário, 1301 - Moema

Horário de funcionamento

Terça a sexta-feira, das 12h às 15h e das 18h às 23h;
Sexta-feira, das 17h às 02h;
Sábado, das 12h às 23h;
Domingo, das 12h às 19h.

Telefone

(11) 93272-0840

* As informações foram checadas em 31/08/2021. Sugerimos contatar o local para confirmar as informações.