Restaurante da Marlene

Publicado em 18 de agosto de 2021

UMA SELEÇÃO DE ACHADOS COM AS EXPERIÊNCIAS MAIS AUTÊNTICAS DE SÃO PAULO

Em uma metrópole tão cheia de vida — e repleta de lugares para comer e beber –, não faltam atração autênticas para quem curtedar um rolê (sempre com todos os cuidados durante a pandemia, é claro). A convite de Elo, VEJA SÃO PAULO anuncia a segunda temporada de Achados Elo, projeto cuja primeira fase ocorreu entre outubro de 2020 e maio de 2021. A proposta segue a mesma linha: trazer indicações de bares, restaurantes, docerias e outros endereços onde, além dos comes e bebes de qualidade, a experiência é única.

A equipe de gastronomia da Vejinha, que sempre está de olho em novos e antigos endereços da cidade, vive à procura desses lugares especiais. O time da revista percorreu as cinco regiões da capital para pinçar mais vinte achados, que serão apresentados nas próximas semanas.

Considerados um dos melhores lugares para comer em Palhereiros, no extremo sul da capital, o Restaurante da Marlene é uma das indicações e é o escolhido para essa nova temporada. Os pratos brasileiros são feitos quase que somente com ingredientes orgânicos, muitos deles produzidos por agricultores da região.

Não se surpreenda se Marlene Pereira Silva lhe receber pessoalmente no Restaurante da Marlene. A cozinheira não só é a alma da casa, como o grande Achado Elo deste endereço na Estrada Ecoturística de Parelheiros, ainda no trecho urbano de uma área rural de São Paulo.

Ela acolhe com simpatia toda a clientela e os fregueses mais antigos, dessa caloura da USP (ela ingressou no curso de Ciências da Natureza) a tratam pelo nome. Afinal, esse é o melhor restaurante daquele pedaço de São Paulo pela qualidade da comida epela gentileza no acolhimento. É de uma chácara própria, assim como de sítios que existem na região, que vêm a maioria dos ingredientes orgânicos usados no preparo de pratos simples e cheios de sabor. Tudo fica colocado num bufê a quilo no qual a clientela se serve à vontade. Marlene, que se divide entre a cozinha e o salão, indica pratos de alma paulistana, entre eles o substancioso virado à paulista, composto de bisteca de porco, tutu de feijão, arroz, torresmo, ovo frito e uma couve verdinha cortada em fios de deixar saudade. Outra especialidade da casa é a costelinha suína com geleia de cambuci. São pedidas que inspiram o paladar e dão vontade de repetir.

UMA SELEÇÃO DE ACHADOS COM AS EXPERIÊNCIAS MAIS AUTÊNTICAS DE SÃO PAULO

Em uma metrópole tão cheia de vida — e repleta de lugares para comer e beber –, não faltam atração autênticas para quem curtedar um rolê (sempre com todos os cuidados durante a pandemia, é claro). A convite de Elo, VEJA SÃO PAULO anuncia a segunda temporada de Achados Elo, projeto cuja primeira fase ocorreu entre outubro de 2020 e maio de 2021. A proposta segue a mesma linha: trazer indicações de bares, restaurantes, docerias e outros endereços onde, além dos comes e bebes de qualidade, a experiência é única.

A equipe de gastronomia da Vejinha, que sempre está de olho em novos e antigos endereços da cidade, vive à procura desses lugares especiais. O time da revista percorreu as cinco regiões da capital para pinçar mais vinte achados, que serão apresentados nas próximas semanas.

Considerados um dos melhores lugares para comer em Palhereiros, no extremo sul da capital, o Restaurante da Marlene é uma das indicações e é o escolhido para essa nova temporada. Os pratos brasileiros são feitos quase que somente com ingredientes orgânicos, muitos deles produzidos por agricultores da região.

Não se surpreenda se Marlene Pereira Silva lhe receber pessoalmente no Restaurante da Marlene. A cozinheira não só é a alma da casa, como o grande Achado Elo deste endereço na Estrada Ecoturística de Parelheiros, ainda no trecho urbano de uma área rural de São Paulo.

Ela acolhe com simpatia toda a clientela e os fregueses mais antigos, dessa caloura da USP (ela ingressou no curso de Ciências da Natureza) a tratam pelo nome. Afinal, esse é o melhor restaurante daquele pedaço de São Paulo pela qualidade da comida epela gentileza no acolhimento. É de uma chácara própria, assim como de sítios que existem na região, que vêm a maioria dos ingredientes orgânicos usados no preparo de pratos simples e cheios de sabor. Tudo fica colocado num bufê a quilo no qual a clientela se serve à vontade. Marlene, que se divide entre a cozinha e o salão, indica pratos de alma paulistana, entre eles o substancioso virado à paulista, composto de bisteca de porco, tutu de feijão, arroz, torresmo, ovo frito e uma couve verdinha cortada em fios de deixar saudade. Outra especialidade da casa é a costelinha suína com geleia de cambuci. São pedidas que inspiram o paladar e dão vontade de repetir.

Atenção! Por conta da pandemia do novo coronavírus, a casa pode ter seu funcionamento alterado para corresponder às determinações do Plano São Paulo, estabelecido pelo Governo do Estado de São Paulo. Para checar se o estabelecimento está aberto e seu horário de funcionamento mais recente, entre em contato pelo número abaixo.

Informações adicionais

Endereço

Estrada Ecoturística de Parelheiros, 6455

Horário de funcionamento

segunda a domingo das 11h às 15h

Telefone

(11)94182-8705

* As informações foram checadas em 16/08/2021. Sugerimos contatar o local para confirmar as informações.